Entrevista com o Diniz da escola Avalanche
Carta Viva: Estamos aqui com o Diniz, é de Belo Horizonte e trabalha em Vitória....Como tem sido o treinamento da escola Avalanche?

Diniz: Está sendo difícil mais muito bom a turma do ano passado foi a primeira turma mais já tem muitos alunos que estão implantando igrejas estão trabalhando em suas regiões e estão dando frutos  foi pioneira a escola ano passado e a turma desse ano são menos alunos mais estão muito animados também e irão terminar a escola em novembro, partindo para suas regiões e alguns pólos não alcançados para implantação de igrejas.

Carta Viva: Então a proposta dessa escola seria de plantação de igrejas?

Diniz: Sim...Plantar  a igreja, servindo os ministérios e auxiliar a igreja que já existem. Então uma escola de missões urbanas  contra a cultura e agente tem uma grade curricular que vai do sistema carcerário à Aids, a homossexualidade, a plantação de igrejas trans cultural. Então agente esta treinando  obreiros xiitas para servir o reino de Deus em uma geração João Batista.

Carta Viva: E os planos futuros? Quais são?

Diniz: Temos uma direção de Deus para colocar as bases operacionais do Avalanche em Recife pra suprir Nordeste, em Manaus para suprir o Norte , Cuiabá para suprir centro Oeste e Porto Alegre que são regiões carentes de auxilio  pros ministérios alternativos e para a igreja convencional dentro da linguagem da pós-modernidade e Europa!
 
 
Leia também:

-
-
- " Cara Nova" na EPI

 

FotosColunas Notícias AvançadoExtensivoIntensivo Modular Perguntas FrequentesQuem Somos Visão